Notícias Geral

Cerca de 260 mil famílias do interior do Paraná

Compartilhe no WhatsApp

já retiraram o kit gratuito distribuído pela Seja Digital

Com a proximidade do desligamento do sinal analógico de TV, que acontecerá na região no dia 28 de novembro, a população precisa correr para não perder a programação de TV
Esta semana, a Seja Digital atingiu o patamar de cerca de 260 mil kits gratuitos distribuídos no interior do Paraná. O kit é composto por antena digital e conversor com controle remoto, que permitem que televisores antigos tenham acesso ao sinal digital.

“As famílias que ainda não retiraram o kit gratuito, ou não sabem se tem direito, devem acessar o portal sejadigital.com.br/kit ou ligar gratuitamente para o número 147, com o NIS (Número de identificação social) em mãos e agendar a retirada”, reforça Sandra Frasson, gerente regional da Seja Digital. “No agendamento, as pessoas escolhem data e horário para retirar os equipamentos em um dos locais disponíveis na região”.

O desligamento do sinal analógico da televisão está previsto para acontecer no próximo dia 28 de novembro em 155 municípios do interior do Paraná: Alto Paraíso, Alto Piquiri, Amaporã, Ângulo, Apucarana, Arapongas, Arapua, Araruna, Assaí, Assis Chateaubriand, Astorga, Atalaia, Barbosa Ferraz, Bela Vista do Paraíso, Bom Sucesso, Borrazopolis, Braganey, Brasilândia do Sul, Cafezal do Sul, Califórnia, Cambé, Cambira, Campo Mourão, Cascavel, Cianorte, Congonhinhas, Corbélia, Cornélio Procópio, Corumbatai do Sul, Cruzeiro do Oeste, Cruzeiro do Sul, Diamante d’Oeste, Douradina, Doutor Camargo, Engenheiro Beltrão, Entre Rios D’oeste, Farol, Faxinal, Fênix, Floraí, Floresta, Florestópolis, Flórida, Foz do Iguaçu, Francisco Alves, Godoy Moreira, Guairaçá, Guaporema, Guaraci, Ibema, Ibiporã, Iguaraçu, Indianópolis, Iporã, Iracema do Oeste, Itaguaje, Itaipulândia, Itambé, Ivaté, Ivatuba, Jaguapitã, Jandaia do Sul, Japurá, Jataizinho, Jesuítas, Jussara, Kalore, Leópolis, Lidianópolis, Lindoeste, Londrina, Luiziana, Lunardelli, Mandaguaçu, Mandaguari, Maria Helena, Marialva, Marilândia do Sul, Mariluz, Maringá, Maripá, Marumbi, Matelândia, Mauá da Serra, Medianeira, Mercedes, Mirador, Miraselva, Missal, Moreira Sales, Munhos de Mello, Nova Aliança do Ivai, Nova América da Colina, Nova Aurora, Nova Esperança, Nova Fatima, Nova Olimpia, Nova Santa Bárbara, Nova Santa Rosa, Novo Itacolomi, Ourizona, Ouro Verde do Oeste, Paiçandu, Paranavaí, Pato Bragado, Peabiru, Perobal, Pérola, Pitangueiras, Planaltina do Paraná, Prado Ferreira, Presidente Castelo Branco, Primeiro de Maio, Quatro Pontes, Quinta do Sol, Ramilândia, Rancho Alegre, Rio Bom, Rolândia, Rondon, Sabaudia, Santa Cecília do Pavão, Santa Mariana, Santa Teresa D’oeste, Santa Terezinha do Itaipu, Santo Antônio do Paraiso, São Carlos do Ivaí, São Jerônimo da Serra, São João do Ivaí, São Jorge do Ivaí, São José das Palmeiras, São Manoel do Paraná, São Miguel do Iguaçu, São Pedro do Iguaçu, São Pedro do Ivaí, São Sebastião da Amoreira, São Tomé, Sarandi, Serranópolis do Iguaçu, Sertaneja, Sertanópolis, Tamarana, Tamboara, Tapejara, Tapira, Terra Boa, Terra Rica, Toledo, Tuneiras do Oeste, Tupãssi, Umuarama, Uniflor, Uraí, Vera Cruz D’oeste e Xambre.

Após essa data, só será possível assistir à programação da TV aberta por meio do sinal digital. Para estar preparado antes da data-limite, é importante verificar se a antena já é digital e se o aparelho de televisão precisa de um conversor externo, aparelho que transforma o sinal digital em analógico e permite que a TV continue transmitindo a programação.

Sobre a Seja Digital
A Seja Digital (EAD – Entidade Administradora da Digitalização de Canais TV e RTV) é uma instituição não governamental e sem fins lucrativos, responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. Criada por determinação da Anatel, tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits para TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal. Também tem como objetivos aferir a adoção do sinal de TV digital, remanejar os canais nas frequências e garantir a convivência sem interferência dos sinais da TV e 4G após o desligamento do sinal analógico. Esse processo teve início em abril de 2015 e, de acordo com cronograma definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, mais de 1300 municípios terão o sinal analógico desligado até 2018.

Molicenter Ofertas 14-15 e 16/12

Sino de Ouro

Molipark

Solução Informática e Tecnologia

Canal André Silva

Mais vídeos do canal Aqui