Arapongas

Alunos criam canal para falar sobre trânsito

Compartilhe no WhatsApp

Crianças que divulgam o que aprendem na plataforma que lhes é familiar: a internet. Esse é o atrativo de um projeto da Escola Municipal Padre Germano Mayer, de Arapongas, para estimular os alunos a se tornar divulgadores de aprendizado. Eles criaram um canal no YouTube, que está fazendo sucesso na cidade.

O canal foi criando no começo do mês passado e faz parte de um projeto pedagógico desenvolvido dentro da Campanha Maio Amarelo, em parceria com a Guarda Municipal, Secretaria de Educação e Secretaria de Segurança, visando abordar nas escolas a educação no trânsito e incentivar os docentes e realizar atividades inovadoras com os alunos.

A professora Jhennifer Sirino explicou que a ideia do canal foi ótima para os alunos, pois eles falam o que aprenderam, o que vivenciaram em visitas aos órgãos de segurança e dão até dicas de educação no trânsito para outras crianças. “Nós levamos as crianças em vários lugares. Elas estiveram, por exemplo, na sede do Samu e na Guarda Municipal, entrevistando os socorristas, agentes da GM e até o prefeito. Elas além de aprender sobre educação no trânsito viram de perto como funciona o atendimento nesses setores. Levar tudo isso para o canal foi ótimo para o aprendizado”, detalha.

Criado para participar do concurso pedagógico proposto dentro do Maio Amarelo, a iniciativa pode se tornar permanente. “Esse projeto do canal segue até o dia 28, mas os alunos já pediram para continuar com o canal para divulgar outros trabalhos e ações da escola. As crianças amaram gravar”, comenta.Ana Luísa Cardoso, de 9 anos, disse que gostou muito de gravar os vídeos e que assim aprendeu ainda mais. “Eu prestei muita atenção em tudo, o que eu aprendi expliquei nos vídeos, falar sobre o trânsito é muito importante”, comenta.

Esse não foi o único projeto voltado ao trânsito desenvolvido na escolar. O atropelamento de uma cachorrinha perto da escola deu origem a outra atuação, o projeto: Pet seguro, Pet feliz. A cachorra ferida, que foi acolhida pelos alunos e agora se recupera de uma cirurgia em um lar adotivo, incentivou as crianças a discutir a segurança no trânsito envolvendo pets.“A escola, com ajuda de patrocinadores, elaborou chaveiros, adesivos, panfletos e até camisetas, tudo para ajudar nessa conscientização. Hoje muitas pessoas possuem animais em casa e às vezes não sabem como devem transportar, então ensinamos nossas crianças”, detalha a professora Adriana Garcia.

Conscientização ambiental

Os projetos, aliás, fazem parte da rotina de aprendizado da escola. Outra prática que vem sendo adotada pela instituição incentiva as crianças a refletirem sobre o impacto do consumo de plástico no meio ambiente.

O tema foi trabalhado pela professora Marilda Mazarão trabalhou de uma forma bem criativa.Os alunos transformaram garrafas de plásticos e outras embalagens em vasos e decoraram a escola. “Com as embalagens as crianças aprenderam a reciclar. Nosso projeto aborda a questão da poluição através do plástico, e vem dando bons resultados, os alunos agora recolhem o lixo que foi jogado no pátio da escola, além de levar o que aprenderam em sala para a casa. Muitas mães falaram que os filhos até mudaram as atitudes e até não querem usar mais copo descartável ou canudinhos por exemplo”, ressalta Marilda.

Vinicius Pivetti de 9 anos contou que após aprender sobre a reciclagem do plástico, ao ir no mercado com a mãe, pede agora caixas de papelão para guardar as comprar.“O plástico está destruindo o mar, os peixes estão morrendo, é muito difícil de reciclar o plástico, tudo isso eu aprendi aqui na escola” comenta o aluno.

Ofertas Molicenter – Válidas até 30/06

FX Trading Corporation

Marmitaria Temperos da Vovó

Solução Informática e Tecnologia

Macarronada Beneficente

Zé da Balada