Uncategorized

Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente e Fundação Banco do Brasil implantam Horta Comunitária no Piacenza

Teve início na manhã desta terça-feira, no Salão Comunitário do Conjunto Piacenza, um curso preparatório visando a implantação de horta comunitária, com moradores dos Conjuntos Piacenza e Arapongas III.

Conforme o Secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Luiz Gonzaga Pereira, estes bairros foram beneficiados pelo projeto desenvolvido pela Fundação Banco do Brasil e puderam escolher entre quatro opções, Biblioteca, Jóias Sustentáveis (material reciclado), Compostagem do Lixo e Horta Comunitária.

“A opção escolhida foi a Horta Comunitária, onde as oficinas com os moradores estão sendo conduzidas pelo Instituto Poli, ONG contratada pela Fundação para condução do trabalho”, explicou.

Segundo explica o secretário, o processo iniciou em fevereiro, quando a SEASPMA recebeu a visita de representantes da ADENAM-Associação da Juventude Defensora da Natureza de Matelândia, que é a ONG contratada pela Fundação Banco do Brasil para esclarecer e motivar os moradores na condução do projeto e a importância do envolvimento da prefeitura nesta ação.

“De pronto entendemos que a iniciativa era importante, bem fundamentada em termos sociais e ambientais, compatível inclusive com objetivo da atual administração, de implantar hortas comunitárias em terrenos públicos ociosos. Desta forma, colocamos a estrutura da Seaspma para viabilizar o projeto, em parceria com as ONGs e comunidades e esperamos que a iniciativa tenha pleno êxito e possa inclusive, servir de projeto piloto para ser implantado em outros bairros”, destacou Gonzaga.

O representante da ADENAM, Otoniel Garcez, destacou que a iniciativa obteve boa receptividade dos moradores e da prefeitura Municipal. “A participação de todos tem sido excelente e durante a realização das oficinas, o trabalho previsto será explicitado e todo o processo de condução da horta será responsabilidade da comunidade”, observou.