Cambira

Prefeito de Cambira recupera certidões que tornam cidade apta a receber recursos

Foto_Cambira

Colocar a casa em ordem. Essa foi a meta traçada pela atual Administração Municipal de Cambira, ao assumir a Prefeitura em janeiro de 2017. Apesar da crise financeira enfrentada pela maioria dos municípios brasileiros e da dívida herdada de gestões anteriores, a cidade se aproxima cada vez mais do objetivo traçado. No mês passado o município pôde comemorar mais uma importante conquista: a recuperação da Certidão Negativa de Débitos junto ao Estado, suspensa desde 2015.
A partir de agora, a cidade está apta para firmar convênios e receber verbas do Governo Estadual, incluindo emendas parlamentares dos deputados Dr. Batista e Tiago Amaral.
O prefeito Emerson Toledo, ressalta que para que a certidão fosse emitida foi necessário realizar renegociação de dívidas em vários setores e adequação ao índice. “Parcelamos pendências com Copel, DER, pagamos precatórios, explica Toledo, que está se dirigindo a Curitiba nessa segunda-feira (18), para dentre outros compromissos, tentar reduzir uma dívida com a Sanepar de R$: 525.000,00, de gestões anteriores, uma vez que a partir de janeiro de 2017 os compromissos com órgão vem sendo honrados copiosamente.
Certidão Federal: Quando Toledo assumiu a prefeitura de Cambira, dos treze (13) itens necessários para que o município tenha a Certidão Negativa de Débitos (CND) Federal, sete (7) estavam pendentes e o município sem o documento há aproximadamente 05 anos.
O prefeito e sua equipe iniciou então um trabalho árduo, com apoio dos vereadores e de representantes em Brasília, para regularizar a situação. Toledo destaca que: “essa conquista não é do prefeito, mas de toda a equipe que não mediu esforços, se empenhou trabalhando diuturnamente, inclusive em alguns feriados e fins de semana para atualizar as informações e atender aos requisitos necessários para o documento”.
Nos últimos anos, sem essas certidões, o município deixou de receber benefícios tanto do Governo do Estado, quanto do Governo Federal.