Arapongas Geral

Prefeitura convoca reunião de emergência devido às fortes chuvas

Compartilhe no WhatsApp

Na tarde desta terça-feira, a prefeitura de Arapongas convocou uma reunião de emergência, visando um levantamento detalhado dos prejuízos causados devido às fortes chuvas, para tomar as devidas providências.

Conforme o prefeito em exercício Pedro Paulo Bazana, neste primeiro momento estão sendo analisados os relatórios preliminares da Defesa Civil e Corpo Bombeiros, objetivando traçar ações para fazer frente aos prejuízos e transtornos causados pelas fortes chuvas, que somente na segunda-feira, obrigou a interdição de casas localizadas em diversas regiões da cidade, além de alagamentos de vias, desmoronamentos de terra e quedas de árvores em vários bairros.

Segundo a Defesa Civil, até o momento foram registrados aproximadamente 100 chamados, com a interdição de residências, cujas famílias estão recebendo toda assistência necessária da prefeitura. Já o Corpo de Bombeiros de Arapongas, informa que até as 15 horas desta terça-feira, foram atendidas cerca de 240 ocorrências relacionadas a alagamentos, desabamentos de fossas e muros de arrimo e rachaduras em residências.

A zona rural também sofreu com as fortes chuvas, principalmente na localidade da Vila Progresso, onde o Rio Pirapó transbordou, encobriu casas e várias famílias ficaram desabrigadas e/ou ilhadas. Por isso, o Corpo de Bombeiros e Defesa Civil estão em alerta nos trechos do rio, que cortam o território de Arapongas.

“Por conta dessa situação e dos sérios danos sofridos tanto na zona urbana, como rural do município, não descartamos a hipótese de decretar estado de calamidade pública, visando agregar toda a estrutura do município no auxílio para as famílias atingidas e ao mesmo tempo traçar estratégias para evitar maiores transtornos e prejuízos à população, caso as chuvas persistam durante a semana”, justificou Bazana.

Durante a manhã desta terça-feira, o prefeito em exercício percorreu as regiões mais atingidas, entre elas Jardim Araucária, região central e demais localidades. Bazana também esteve na área de erosão localização atrás do Clube Campestre. No período da tarde novas vistorias estão programadas, onde os vereadores Miguel Messias e Lita também farão o acompanhamento. “Lembrando que a SEASPMA tem atuado nas situações emergenciais junto à Defesa Civil e Corpo de Bombeiros”, acrescentou Bazana.

Conforme o SIMEPAR, entre sábado e domingo, a região de Arapongas registrou cerca de 250 milímetros de precipitação pluviométrica. Mais da metade deste volume de água, caiu na segunda-feira, já considerado pelas autoridades, como um dos maiores temporais registrados nas últimas décadas na região.

Vale lembrar que de acordo com nota publicada pela Sanepar o abastecimento de água no município está suspenso. Em contato com a companhia Bazana foi comunicado que as equipes buscam retornar os serviços o mais breve possível, porém até o momento não há previsão. A orientação é para que a comunidade economize o uso de água em suas residências.

Fonte: Prefeitura Municipal de Arapongas

Molicenter Sup Ofertas 19 e 20/09

Molipark

Solução Informática e Tecnologia