Ocorrência Policial

Operação “duas caras” da Polícia Civil realiza prisões nesta quarta-feira

IMG-20170726-WA0036

Na manhã desta quarta feira, 26, a Polícia Civil de Arapongas, com apoio de policiais civis de Jaguapitã e Rolândia, deflagraram a operação “duas caras”, na qual foram presas três pessoas, moradoras da cidade de Londrina. Eles são acusados de vários crimes entre eles o “golpe do bilhete premiado”, extorsão e organização criminosa. Além dos presos, mais três pessoas estão foragidas com mandado de prisão a cumprir.

“Durante as investigações foi identificado que esses elementos aplicaram vários golpes em outros estados, entre eles Mato Grosso e São Paulo. Todos os envolvidos são parentes: mãe, filha, sobrinha e irmã”, afirma o delegado chefe Dr. Marcos Fontes, da 22ª SDP e coordenador da operação. A polícia acredita que, com a divulgação da imagem dos envolvidos, novas vítimas deverão comparecer a delegacia.

Os golpistas tinham uma vida de luxo ostentando produtos caros, festas, carros, viagens e dinheiro, tudo postado em redes sociais, diferente do que se apresentavam para as vítimas sendo sempre de forma muito simples, o que originou o nome da operação: duas caras. Além das prisões, foram cumpridos mandados de busca e apreensão, expedidos pela 2ª Vara da Comarca de Arapongas, na qual foram apreendidos celulares, notebook, sapatos e bolsas de grife, dinheiro e cabelos postiços que os golpistas utilizavam para disfarce, durante a aplicação dos golpes.

As investigações devem continuar, o que deve culminar com a prisão de mais envolvidos na organização criminosa. A operação teve início às 5 da manhã desta quarta feira, e contou com 16 policiais civis e 6 viaturas.

IMG-20170726-WA0049

IMG-20170726-WA0054