Ocorrência Policial

Criminosos provocam explosões em três agências bancárias na cidade de Ortigueira

sicredi

A Polícia Militar de Ortigueira confirmou que a “quadrilha da dinamite” agiu na madrugada desta sexta-feira (31) em três agências bancárias no centro da cidade.
Conforme a PM, inicialmente os bandidos explodiram caixas eletrônicos na cooperativa de crédito Sicredi, depois no Bradesco e por último na agência do Itau, onde os explosivos falharam e os ladrões não tiveram êxito.

Populares que presenciaram a ação dos criminosos afirmaram que eles estariam fortemente armados e ocupando dois veículos. Os danos materiais causados pelas explosões foram de grande monta e o montante em dinheiro levado pelos ladrões ainda não foi totalizado. A polícia realiza diligências na região pata localizar e prender os bandidos.

18 ATAQUES – Somente em 2015, 18 ataques a bancos e cooperativas de créditos – a maioria explosões – foram registrados na região, contando com os casos de hoje (31) em Ortigueira.Em Arapongas, foram três ações da “quadrilha da dinamite” em 40 dias. Para o capitão Vilson Laurentino da Silva, da PM de Arapongas, as explosões a caixas eletrônicos que ocorreram na cidade nas três situações têm características diferentes, o que aponta a atuação de mais de um bando na região.
“Na ação de hoje (ontem), por exemplo, os bandidos usaram motos para fuga. Atuação semelhante a outra que ocorreu em Londrina, recentemente. Nesse tipo de ação com moto é de praxe ter um veículo próximo escondido para dar apoio”, observa o capitão.O oficial da PM avalia que são grupos de fora da cidade que estão agindo na região, por isso, a captura dos bandidos vem envolvendo a atuação das polícias de Apucarana, Londrina e Maringá. “Como a explosão foi a um caixa da CEF, as investigações competem à Polícia Federal. Um perito da PF de Londrina está no local para levantamento de dados.
MAIS AÇÕES – Na explosão ao caixa da CEF no dia 9, por volta das 3 horas da madrugada, quatro bandidos armados agiram, levando uma quantia de dinheiro não informada pela polícia nem pela agência bancária. Assustado com a sirene de um veículo de vigilância, que fazia ronda na Rua Pinta-Roxo, o grupo efetuou vários disparos de armas e fugiu em duas motos. O carro de monitoramento foi atingido, mas ninguém se feriu, conforme a PM.  Além de explosões a caixas eletrônicos, registradas neste ano em pontos como a prefeitura de Apucarana, e agências em São Pedro do Ivaí, Novo Itacolomi, Rio Branco do Ivaí, Cruzmaltina, Marilândia do Sul e Cambira, dois assaltos também foram registrados. Em Kaloré, no dia 6 de junho, as agências da cooperativa de crédito Sicredi e do Correios do município foram assaltadas. A Polícia Civil estima que os bandidos roubaram cerca de R$ 100 mil – dois suspeitos foram presos em Borrazópolis. Dois meses antes, a mesma cooperativa de crédito havia sido assaltada, funcionários foram feitos reféns e os ladrões roubaram dinheiro.Leia mais na edição de quarta-feira (15) da Tribuna do Norte – Diário do Paraná.

Fonte: TNOnline