Notícias Geral

Sindicato aguarda notificação do TJ para encerrar greve da Polícia Civil

download (2)

O Sindicato dos Policiais Civis de Londrina e Região (Sindipol) aguarda ser notificado pelo Tribunal de Justiça para encerrar a greve da categoria, que já dura mais de 10 dias. A decisão que considera a paralisação ilegal em segunda instância saiu nesta quinta-feira (27) e anunciado aos jornalistas pelo secretário de Segurança Pública do Paraná, Wagner Mesquita, durante solenidade de comemoração dos quatro anos da base do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) em Londrina.

De acordo com o presidente do Sindipol, Michel Franco, o sindicato respeita “o ordenamento jurídico brasileiro”, mas afirmou que “o governador Beto Richa é craque em infringir leis”. A greve da Polícia Civil foi deflagrada após uma série de reivindicações ainda não atendidas, como compra de equipamentos e viaturas, construção de novas unidades prisionais e admissão de novos escrivães. “Assim que formos notificados, encerraremos o processo. Mas a cobrança continua”, avaliou.

A determinação do TJ-PR envolve a suspensão da greve e o retorno às atividades em até 24 horas. Em caso de descumprimento, será aplicada multa de R$ 50 mil, além do desconto que pode ser efetuado nos dias parados.

Solução Informática