Notícias Geral

Presos recebem 1,5 mil obras literárias para redução de pena

tn_e0a42de505_remicao-de-pena

Procuradoria-Geral do Estado, por meio da Coordenadoria de Estudos Jurídicos. As obras serão distribuídas nas bibliotecas das unidades penais e destinadas ao Projeto de Remição da Pena por Estudo Através da Leitura.

Entre os livros doados estão obras de autores como Ziraldo, Gabriel García Márquez, Fernando Sabino, Bertold Brecht, Clarice Lispector, Alexandre Dumas, Ganymédes José, Carlos Eduardo Novaes e Luiz Vilela. Segundo a professora responsável pela equipe do Projeto de Remição pela Leitura, Agda Cristina Ultchak, os títulos recebidos são de excelente qualidade. “Os livros doados contribuem muito com a prática da boa leitura, pois contemplam leitores de diferentes etapas de ensino”, afirma.

Durante a entrega, o servidor da Escola Superior da Procuradoria-Geral do Estado Paulo Collaço falou sobre a ação. “O projeto é uma excelente iniciativa e conta com o apoio e o incentivo da Coordenadoria de Estudos Jurídicos. A intenção é dar continuidade às doações de livros à valorização da leitura para as pessoas aprisionadas”, declara ele. Atualmente, cerca de 13% dos presos do Estado participam do projeto de Remição pela Leitura, com leituras mensais de obras literárias e a elaboração de resumo ou resenha do livro lido. A produção é avaliada por um professor de Língua Portuguesa e, atingindo a média 6,0, o detento tem direito de reduzir quatro dias da pena a cada livro lido – o limite de participação é de uma resenha por mês.

DOAÇÃO – A campanha de doação para o projeto de remição pela leitura é permanente. São aceitos livros de literatura brasileira e estrangeira, de aventura, romance e outros gêneros, com exceção de livros didáticos, enciclopédias e revistas. Os livros devem ser entregues diretamente nas unidades penais ou na sede da Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária, na sala do Núcleo de Comunicação (Rua Deputado Mário de Barros, 1.290, 4º andar – Centro Cívico – Curitiba).