Notícias Geral

Irmão diz que atirador enviava mensagens a Ana Hickmann

21mai2016---ana-hickmann-1463867320043_300x200

Um homem que se identificou como irmão do suspeito de tentar agredir a apresentadora Ana Hickmann disse, aos prantos, na noite deste sábado (21), que o rapaz enviava mensagens constantemente à apresentadora do “Hoje em Dia”, por meio do celular e de redes sociais.
O agressor foi identificado pelo nome de Rodrigo Augusto de Pádua, de 30 anos. Ele vendeu as suas coisas, saiu de Juiz de Fora (MG), chegou a Belo Horizonte nesta sexta-feira e se hospedou no mesmo hotel onde estava a apresentadora.
“Eles mataram o meu irmão. Ele vivia dentro de casa, mas era uma pessoa muito boa”, disse o rapaz, que não informou o seu nome. “Nós descobrimos somente agora que ele era fã dela, há pouco tempo. Descobrimos pelo Instagram, pelas mensagens que estava mandando para ela”, completou, em seguida, em entrevista a um batalhão de repórteres, ao chegar ao hotel de luxo.

Mesmo assim, o rapaz afirmou que considerava Rodrigo uma pessoa boa e que nunca teve arma. “Ele era muito carinhoso com a minha mãe, solteiro, não tinha filho, não tinha nada”, encerrou.

Rodrigo Augusto de Pádua demonstrava uma obsessão sexual por Ana Hickmann através dos seus perfis nas redes sociais, com fotos de masturbação e frases de amor à apresentadora.

Ana Hickmann sofreu uma tentativa de homicídio na tarde deste sábado (21), em um hotel em Belo Horizonte (MG). O atirador invadiu o quarto onde ela estava hospedada e tinha intenção de disparar contra a apresentadora, segundo informações da Polícia Militar. Ele se dizia fã de Hickmann.

“Um fã teria se aproximado, atirado e uma assessora que não é parente da Ana Hickmann foi baleada, levada ao hospital Biocor e passa bem. Ana não foi atingida”, informou o tenente da Polícia Militar de Belo Horizonte à repórter do “Brasil Urgente”, da Band.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, o suspeito estava no corredor do 9º andar do hotel, abordou o cunhado de Ana Hickmann, Gustavo, e o levou até o quarto. O suposto fã fez a apresentadora, o cunhado e sua mulher, assessora de Ana de reféns e obrigou os três a se sentarem de costas para ele, informou o programa da Band.

Em seguida, o indivíduo começou a destratar a vítima com palavras pejorativas e de baixo calão. O cunhado, Gustavo, levantou-se e foi em direção ao criminoso, Rodrigo, que efetuou dois disparos em direção da vítima, Ana Hickmann, informou o Boletim de Ocorrência. Dois tiros atingiram Giovana Oliveira, assessora de Ana e mulher de Gustavo.