Notícias Geral

Homem morre soterrado por soja em empresa da região de Londrina

Corpo foi encaminhado para o IML de Londrina
Corpo foi encaminhado para o IML de Londrina

O delegado que atualmente responde pela comarca de Cambé, Roberto Fernandes de Lima, confirmou ao Portal Bonde que abriu inquérito para apurar as circunstâncias que envolvem a morte do trabalhador Jorge Pereira de Souza, de 66 anos, em uma empresa de grãos às margens da BR-369.

O homem morreu na tarde de quinta-feira (5) soterrado por aproximadamente 15 mil toneladas de soja. O delegado Fernandes ressaltou que ainda não recebeu o relatório encomendado pelo perito criminal Fábio Mira, que fez os primeiros levantamentos no local. A princípio, o trabalhador teria falecido após um acidente de trabalho.

O Instituto Médico Legal (IML) de Londrina demorou sete horas para recolher o corpo de Jorge. A empresa teve que retirar a soja para ajudar na remoção do cadáver. Até o momento, a instituição não se pronunciou sobre o assunto.

REDAÇÃO BONDE