Notícias Geral

Gripe, resfriado ou virose? Entenda diferenças e saiba quando ir ao médico

resfriado-gripe-alergia-rinite-nariz-entupido-1298309879690_300x300

Uma hora é tosse, febre e dor no corpo. Outra, é nariz escorrendo e irritação na garganta. Pode ser ainda um mal-estar, febre e náusea. Em meio a um surto de gripe que chegou antes do inverno e sob o medo de infecções típicas do fim do verão –como dengue, zika e chikungunya–, muitos estão correndo para o hospital diante do primeiro sinal de indisposição.

“Tem muita gente procurando atendimento em pronto-socorro sem precisar”, diz Leonardo Weissmann, da Sociedade Brasileira de Infectologia. O problema é que, além de aumentarem as filas nos centros médicos, essas pessoas acabam se expondo ao contágio de doenças mais graves.

Além do H1N1, causador do atual surto de gripe que atinge 15 Estados, outros vírus podem ser responsáveis pelo mal-estar. É possível distinguir sinais que diferenciam um quadro mais grave de um simples resfriado, mais brando e sem riscos.

Há sinais de alerta que podem ajudar na hora de decidir procurar um médico. “A febre é a grande diferença”, diz Mario Gonzales, médico do Instituto de Infectologia Emílio Ribas. Se a febre é alta, acima de 38,5°C, e persistente, é hora de visitar um especialista.

O que é um resfriado?

É uma infecção respiratória leve causada por diferentes tipos de vírus, como o rinovírus (o mais comum), vírus sincicial respiratório, parainfluenza e adenovírus. A doença é caracterizada por aquela coriza chata, o nariz entupido e algum incômodo na garganta. Provoca exaustão moderada, mas não nos derruba. Pode haver febre baixa, de no máximo 38°C. A recuperação é rápida e não leva a grandes complicações.

O que é a gripe?

A gripe é uma infecção respiratória mais intensa, com sintomas em todo o organismo. Causada pelo vírus influenza, possui início abrupto, com tosse, mal-estar generalizado, dor de garganta, dor de cabeça, dor no corpo, desconforto respiratório, calafrios e febre alta, acima de 38,5°C. A recuperação leva alguns dias e, sem cuidados, pode se agravar, ocasionando pneumonia – infecção do pulmão provocado por vírus ou bactérias – e até mesmo a morte.

E uma virose, o que é?

Diagnóstico comum dado por médicos, a virose é o nome genérico dado a qualquer infecção por vírus. “Falar que é uma virose é uma maneira simplista de afirmar que a doença é autolimitada”, diz o infectologista Mario Gonzales. Isso quer dizer que a doença pode ser combatida simplesmente pelo sistema de defesa do corpo, sem necessidade de remédios. Há diversas viroses gastrointestinais e viroses respiratórias com sintomas como mal-estar, febre, dor de cabeça, náusea e diarreia. A doença ganha um nome específico quando sabemos qual é o vírus, é o caso da gripe, da dengue, da zika e da chikungunya