Colunistas Sonho Analítico

Temos que falar sobre o luto para não vivermos de luto

luto

Olá hoje viemos falar um pouquinho sobre um processo que todos passamos em nossas vidas, o luto. Desde o nosso nascimento passamos por diversas perdas, a primeira delas é a saída da barriga de nossa mãe, aquele ambiente aconchegante, quentinho, que estávamos protegidos de tudo, desde esse primeiro momento nosso psíquico já é marcado por uma perda. Na nossa infância perdemos objetos que gostamos, pois não podemos mais usá-los, na adolescência deixamos o nosso corpo infantil para nos tornarmos adultos, junto com o corpo vamos percebendo que nossos pais não são super-heróis e que eles erram como todos os outros, assim toda a nossa vida emocional vai sendo marcada por perdas, no decorrer dessas perdas vamos fazendo lutos, e descobrindo um novo mundo interno e externo.

São tantas perdas que passamos em nossas vidas que nem se quer damos conta disso, simplesmente elas vão acontecendo, até o dia que aquela pessoa que era muito especial para nós vai embora, para um lugar que quando você era criança acreditava ser o céu, mas hoje você pode ter mudado de opinião e ficar se questionando onde realmente é o céu…

As perdas são realmente muito difíceis, porque quando perdemos alguém nos damos conta da nossa finitude, daquilo que ninguém escapa, muitas vezes é difícil de acreditar, de entender e de fato poder sofrer por isso. Em nossa sociedade imediatista, as pessoas não tem o direito de sofrer, elas têm que superar, entender e esquecer, mas será que dentro de nosso psíquico funciona assim?!

Temos que refletir que cada pessoa tem uma forma de encarar essas perdas, de passar por esse luto, algumas pessoas acabam indo viajar, outras se trancam em casa, outras apenas não tocam no assunto, mas o importante é refletir e tomar consciência que todos temos que passar por isso que muitas vezes é doloroso, o que mais vemos são lutos embutidos e que vão se repetindo, nos relacionamentos, em nossas emoções, e assim vão se tornando sintomas, até o dia em que nos damos conta, e que podemos falar sobre isso, podemos refletir e aceitar, assim temos a chance de elaborar o luto de uma perda que foi tão dolorosa. Conseguir falar sobre isso com sentimento de saudade e sem angústia, já demonstra que o sujeito está fazendo ou fez esse processo, pois se colocarmos nossas angústias em palavras, abre-se a possibilidade de uma nova percepção sobre aquela situação. Assim, falando sobre a perda que tivemos, conseguimos elaborar o luto, por isso é tão importante falarmos sobre o luto para não vivermos de luto.

sonhoanalitico