Sonho Analítico

Ah, esse tal de inconsciente…

ahesse

“Eu não acredito nessa história de inconsciente”, “ah o inconsciente não existe”, “me mostra então onde fica o inconsciente”, frases como essas são bem comuns, uma grande parcela das pessoas negam o inconsciente, mas o fato de não acreditar no inconsciente não nos protege dele, não impede que ele aja em nossas vidas, muito pelo contrário.

Quantas vezes você não foi dizer uma coisa e disse outra? Quantas vezes você se esqueceu daquela palavra que queria usar ou esqueceu o nome de alguém? Ou então passou a resposta errada pro gabarito daquela prova, perdeu o prazo de inscrições para aquele concurso mega importante que você gostaria de fazer, começou a se arrumar super cedo para alguma coisa e ainda assim perdeu a hora e se atrasou e por ai vai…

O ENEM está se aproximando e vemos pessoas desesperadas, preocupadas com a redação, fazendo cursinhos e participando de todo “aulão” preparatório que aparece, enquanto outras fazem piadas e esperam para ver os “memes” que surgirão com os “atrasados do ENEM”. O que dificilmente vemos são as pessoas falando sobre o quanto o nosso emocional e o nosso inconsciente podem se tornar o nosso pior inimigo em provas como essa e em outros momentos importantes da nossa vida.

Muitas vezes sobrecarregamos tanto o nosso corpo nos preparando para nos sair bem em algo que imaginamos que queremos, ou pior para atingir aquele ideal que o outro tem de nós, e não paramos para nos questionar qual é o nosso real desejo em relação a isso. Seguimos utilizando de negações e outros mecanismos para “escapar” de nossos pensamentos “obscuros”, dos nossos desejos e até de quem somos de verdade, mas nos esquecemos que o nosso inconsciente não se cala até ser ouvido, que quanto mais o negamos mais ele grita, já dizia Freud “aquele que não fala com os lábios, fala com as pontas dos dedos: nós nos traímos por todos os poros”, pois são justamente nos nossos erros, nos nossos lapsos, nos equívocos e nos tropeços que revelamos a nossa verdade.

Porém, é em análise e somente em análise, a partir da escuta e da percepção de que o inconsciente nos afeta que tudo isso ganha sentido, que ganhamos uma nova consciência sobre nós, “até você se tornar consciente, o inconsciente vai dirigir sua vida e você vai chama-lo de destino”.

sonhoanalitico