Marcia Hermógenes

Fitoterápico para emagrecer: a natureza a nosso favor

remedios-para-emagrecer-620x425

Com o desejo de conseguir melhores resultados em menos tempo de dieta, muitas mulheres buscam a ajuda de algum produto que possa auxiliar no processo de emagrecimento.

Não é segredo para ninguém que os remédios, que prometem perda de peso de forma rápida e sem esforço, são proibidos e representam perigo à saúde. Por isso, muitas pessoas têm encontrado nos fitoterápicos uma boa maneira de dar uma “forcinha extra” ao processo de emagrecimento.

Mas será que eles são mesmo eficazes? Como utilizar os fitoterápicos a nosso favor? O primeiro passo é entender seu significado.

O que são produtos fitoterápicos?

A nutricionista Marcia Hermogenes Bazani explica que fitoterápicos são os produtos obtidos empregando-se, como principio ativo, exclusivamente matérias primas vegetais.

“A fitoterapia é uma terapia que utiliza plantas junto com uma alimentação saudável com o objetivo de proporcionar saúde, bem-estar e qualidade de vida”, diz.

Fitoterápicos emagrecedores

Atualmente o uso de fitoterápicos para obesidade tem sido muito comum. Mas é de suma importância que o seu consumo deva ser orientado por um profissional especializado e nunca por orientações de amigos ou colegas. A fitoterapia é uma terapia pelas plantas e o seu objetivo é aliar a uma alimentação saudável para que tenha um equilíbrio metabólico e consiga ter uma qualidade de vida e saúde. Ela já vem sido utilizada antes de Cristo e nos dias atuais ganhou grande destaque em função de seus inúmeros benefícios e comprovações científicas. Algumas ervas tem seu efeito comprovado para o auxílio no tratamento da obesidade e perda de peso. Sabe-se que existem inúmeros fatores que levam ao ganho de peso como alimentação inadequada, estresse, alterações hormonais, sedentarismo, inflamação crônica, excesso de radicais livres, disbiose e outros. Muito comum entre as pessoas que querem emagrecer é que elas geralmente apresentam compulsão por doces ou massas e carboidratos em geral. Esta busca deve-se também a alterações hormonais importantes que foram ganhando destaque a medida em que o paciente ganha peso e tenha outras alterações como a inflamação e estresse. Além deste fator existe o aumento de apetite, aumento na síntese de gorduras e outros. Veja alguns fitoterápicos que auxiliam no processo para perder peso:

1 – Garcínia cambogia: tem ação redutora no apetite e diminuição do gosto pelo doce e diminui a produção de gorduras;

2 – Gymenma sylvestre: tem ação na produção de insulina e melhora a vontade de comer doces.  Atua diminuindo a resistência a insulina;

3 – Caralluma fimbriata: consegue bloquear a produção de gordura;

4 – Citrus aurantium: aumenta a termogênese (perda de peso), diminui o apetite e em alguns estudos sugere-se que aumenta a performance física;

5 – Coordia salicifolia: é estimulante do sistema nervoso central e auxilia na perda de peso, redutor da gordura localizada, ajuda no tratamento para retenção de líquidos e ainda é energizante;

6 – Cassialamina: age reduzindo a produção de gorduras;

7 – Phaseolus vulgaris (faseolamina): age diminuindo a absorção de carboidrato e melhora as concetrações de insulina e glicose;

8 – Chá verde: tem inúmeras ações como antioxidante, antiinflamatória, atua na redução na absorção de gorduras, aumenta a termogênese.

A associação dos fitoterápicos aumenta a sua eficácia mas nunca pode ser associado com vários minerais. É importante salientar que o seu uso não independe de uma alimentação adequada e prática de atividade física. O fitoterápico isolado não tem grandes efeitos. Outro fator importante é que o seu uso não pode ser feito por todas as pessoas, principalmente os hipertensos, gestantes, lactantes ,  e os sensíveis a caféina. Por isso, mais uma vez, seu uso deve ser orientado e prescrito por um profissional nutricionista. Além do fato de que as quantidades são diferentes para cada indivíduo. Estes fitoterápicos vem sendo comercializados por inúmeras farmácias e até mesmo já encontra-se produtos prontos. Mas é preciso verificar a procedência dos mesmos para que saiba realmente o que tem dentro das cápsulas. Outro dado importante é que o seu consumo não deve ser feito por longo tempo e deve sempre ser feita a troca de ervas.

Orientações da Anvisa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informa que, como qualquer medicamento, o mau uso de fitoterápicos pode ocasionar problemas à saúde, como por exemplo: alterações na pressão arterial, problemas no sistema nervoso central, fígado e rins, que podem levar a internações hospitalares e até mesmo à morte, dependendo da forma de uso.

A Nutricionista Marcia Hermogenes Bazani atua na Audio Clinic para agendar pela Unimed é necessário encaminhamento médico atende pela Sanepar e particular fones )43)9909-0024 WS /(43)3033-4076-Rua : Prof João Cândido Ferreira, 51  Apucarana-Pr

 

Kafta no espeto

Ingredientes

500 gr de patinho moídos

1 unidade de cebola ralada

1 dente de alho amassado

sal a gosto

pimenta síria a gosto

Solução Informática