Daniele de Oliveira

Precisamos falar sobre: O egoísmo dos nossos jovens adultos!

materia daniele

Talvez você não assista ao Big Brother Brasil, e ainda assim tenha ouvido com frequência o nome Emilly. O nome desta participante vem seguido de muitos adjetivos e dentre eles, o egoísmo é aquele que mais chama atenção. Um fato interessante sobre isso é que parte da população vem se pronunciando contra esta Sister, e em contradição ela continua na casa com boa porcentagem dos votos ao seu favor.

Emilly representa a nossa geração de jovens nascidos em meados dos anos 90, também conhecidos como a geração Z. Filhos da geração Y que eram jovens idealistas cercados de videogames, internet, ideias inovadoras e muitas vezes insubordinados as regras. Nossos jovens nasceram cercados de tecnologia em um momento que tudo é possível através de uma tela bastando apenas um clique. São imediatistas, querendo tudo no agora e enjoando de suas escolhas com a mesma velocidade.

Mas por que será que nossos jovens se apresentam cada vez mais egoístas, incapazes de olhar as necessidades dos outros?

A resposta a essa pergunta não está na fase jovem adulta e sim na infância, nossas crianças estão cada vez mais inseridas nesse contexto do “tudo posso e tudo consigo.” A falta de tempo aliada à necessidade de dar amor aos filhos, faz com que muitos pais se percam numa educação voltada somente para o prazer, sentem medo de impor regras no pouco tempo que possuem junto as suas crianças, trocam afetos por presentes e até permitem que eles fiquem no mundo virtual por mais tempo do que deveriam.

O egoísta não consegue olhar as necessidades alheias, estão preocupados com o seu próprio prazer, e muitas vezes causam sofrimento naqueles que o cercam por nãos perceberem reciprocidade nos seus sentimentos. Sabendo disso precisamos falar de valores as nossas crianças, do mais simples ao mais complexo, ajuda-las a desenvolver a empatia em suas relações, sendo está à chave principal para que elas possam viver bem em sociedade e fundamental para que não sofram quando os outros não puderem suprir suas necessidades.

Psicóloga Daniele de Oliveira

CRP 08/20268

Fone: (43) 9 9986-5094

Apucarana-Pr