Arapongas Política

Câmara de Arapongas decide pela cassação de Maringá

IMG_4217-1280x853

A Câmara de vereadores de Arapongas decidiu pela cassação do mandato do vereador Valdeir José Pereira, o Maringá, em sessão extraordinária, realizada na noite desta quinta-feira, 17. Maringá foi preso em maio, em uma operação do Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), acusado de superfaturar um contrato com empresa de digitalização, quando era presidente da Câmara. Liberado da prisão em poucos dias, foi afastado da Câmara por uma decisão judicial.
O advogado Oduvaldo Calixto, que defende o vereador, disse que vai recorrer da decisão.
De acordo com as investigações, o vereador superfaturou contratos para a digitalização do acervo físico da Câmara, recebendo propinas mensais no valor de R$ 22 mil, durante 2015 e 2016.
Uma ação que corre na Justiça, apura os crimes de fraude em licitação, corrupção e lavagem de dinheiro. As penas para esses podem passar dos trinta anos de prisão. Ainda não existe uma data definida para o julgamento.