Apucarana

Representantes da Viapar não comparecem a reunião em Apucarana

DSC02384

Vereadores, vanzeiros, taxistas e demais usuários do pedágio nos trechos Apucarana/Londrina e Apucarana/Maringá, reuniram-se na tarde desta quinta-feira (27/07) na Câmara Municipal de Apucarana. Em pauta a isenção das tarifas dos pedágios que deveria ser discutida com o diretor-presidente das Rodovias Integradas do Paraná S/A (VIAPAR), José Camilo Teixeira Carvalho. Ele foi convidado através de ofício encaminhado pelo presidente do legislativo, Mauro Bertoli, atendendo solicitação do vereador Lucas Leugi, que está à frente do Movimento Tarifa Zero, em Apucarana, mas não compareceu e não enviou representantes.
“Trabalhando com Rodovias do Estado do Paraná a Concessionária Viapar e seus diretores não merecem o nosso respeito, porque não nos respeitaram. Simplesmente encaminharam um ofício, via e-mail, um pouco antes do horário agendado informando que não participariam da reunião, sem ao menos uma explicação plausível”, justifica o vereador Lucas Leugi que conduziu o encontro acompanhado dos vereadores Antônio Carlos Sidrin, Gentil Pereira, Rodolfo Mota, José Airton Deco do Araújo e Francisley Preto Godoi, Poim, vice-presidente da Câmara de Apucarana.
Lucas destaca que o fato de terem argumentado que isenções não são concedidas, em razão de não constar o permissivo no Contrato de Concessão de Obra Pública firmado com o Governo do Estado do Paraná, não isenta a participação e discussão de representantes da Viapar diretamente com a população de Apucarana. “Diante do gesto de falta de respeito com todos nós, do descaso com os moradores da nossa cidade, nosso próximo passo será a notificação da empresa, através do Legislativo. Em seguida vamos propor uma “Moção de Repúdio” a Viapar, e já tive a confirmação dos outros vereadores que irão dar o voto favorável. Também na primeira sessão após a volta do recesso, no dia 07 de Agosto, votaremos um “Requerimento em Regime de Urgência” convocando-os para uma nova reunião. Outra medida será pedir a colaboração do Executivo Municipal que nos auxiliem e nos ajudem nessa batalha”, completa Lucas.

Movimento Tarifa Zero será reforçado
Os vereadores já sinalizaram que o Movimento Tarifa Zero será encampado junto com as cidades de Arapongas e Rolândia. “Já estou em contato com os vereadores dessas cidades: Aroldo e João Artigo. Vamos conversar e nos unir e adianto que a atitude menos drástica que iremos tomar é de abrir as cancelas do pedágio entre Arapongas e Londrina. Não vamos esmorecer, não será um e-mail que nos fará desistir. Vamos levantar a “Bandeira do Pedágio” e alcançar os nossos objetivos”, anuncia o vereador.

Taxistas e Vanzeiros apóiam o Movimento
Representante dos 43 taxistas de Apucarana, Ciro Spaciari, colocou toda a frota a disposição para a mobilização. “Estamos juntos e temos interesse na isenção ou em um desconto na tarifas. Os taxistas fazem muitas viagens para Londrina e Maringá nas semanas. Parabenizamos os vereadores, companheiros de trabalho e população por estarem apoiando essa causa”, explica.
Valdemar Barbosa Junior, da empresa Styllus Turismo, que falou em nome dos vanzeiros, disse que o Movimento tem que agir, tem que cobrar e enfrentar a Concessionária. “Já participei de outros movimentos em Brasília, com companheiros de trabalho. Foi um ano de briga e luta até obtermos o nosso resultado esperado e aqui não pode ser diferente. Temos que fazer e acontecer e em um período curto. O interesse é de todos nós trabalhadores, estudantes e demais usuários da Rodovia”. A frota da empresa Styllus é de 10 veículos que realizam em torno de seis viagens por semana para Londrina.

Retorno do Recesso
Assim que o Requerimento for votado e aprovado, no retorno do recesso dos vereadores, a Concessionária deverá ser oficiada. A nova data escolhida para o encontro será na primeira quinzena de agosto.

Solução Informática