Apucarana

Ratinho Junior autoriza licitação de R$ 2,3 milhões para aquisição de máquinas

licita-o-profeta-5

O salão nobre da Prefeitura ficou completamente lotado, com a presença de lideranças locais e regionais, para o anúncio da liberação de mais recursos para Apucarana. O secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano (SEDU), Ratinho Junior, e o prefeito de Apucarana, Beto Preto, assinaram nesta quarta-feira (23/03) autorização de licitação no valor de R$ 2,3 milhões.

Os recursos, financiados junto ao Governo do Estado (através do Paranácidade), são destinados à aquisição de 5 caminhões caçambas, 1 pá-carregadeira, duas motoniveladoras e uma miniescavadeira (Bob Cat). Na semana passada, o governo do Estado já havia liberado R$ 6 milhões para o recape asfáltico em ruas e avenidas por onde passam os ônibus do transporte coletivo. Com a nova autorização, o governo do Estado liberou para Apucarana R$ 8,3 milhões em pouco mais de uma semana.

O evento contou ainda com a presença do vice-prefeito de Apucarana, Sebastião Ferreira Martins Junior (Junior da Femac), do presidente da Câmara de Vereadores de Apucarana, José Airton “Deco” de Araújo, e dos prefeitos de Borrazópolis, Adilson Lucchetti (Didi) e de Jandaia do Sul, Benedito José Púpio. Ratinho Junior aproveitou o evento de Apucarana também para autorizar a liberação de recursos para o município de Borrazópolis, no valor de R$ 1,18 milhão, destinado à pavimentação asfáltica.

Beto Preto salientou, durante o ato, que a liberação dos recursos só foi possível porque Apucarana recuperou sua capacidade de endividamento e destacou o trabalho que Ratinho Junior vem desenvolvendo a favor do município nos últimos anos. “Como deputado estadual e federal destinou diversas emendas para Apucarana, inclusive para o Hospital da Providência. O Ratinho é um grande parceiro de Apucarana e do Paraná”, disse.

O prefeito de Apucarana também lembrou o sucateamento do atual parque de máquinas da Prefeitura. “Nós temos lá no pátio uma motoniveladora que é um ano mais nova do que eu. Ela é de 1969 e tem, portanto, 47 anos. É assim que nós viemos até agora, com maquinários sucateados e que exigem constante manutenção”, pontua.

Beto Preto também citou recentes recursos que foram liberados pela SEDU na semana passada, na área de pavimentação asfáltica, totalizando R$ 6 milhões. “De um pacote de R$ 44 milhões que naquele dia foi assinado, R$ 16 milhões foram para São José dos Pinhais, R$ 6 milhões foram para Apucarana e o restante para outros municípios. Nós hoje, temos as portas da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e do gabinete do secretário abertas”, reitera.

Ratinho Junior afirmou que Apucarana ficou estagnada – em termos de desenvolvimento – por muitos anos, em comparação com municípios do mesmo porte. “Ela perdeu a velocidade de acompanhar ou até ser mais desenvolvida que esses municípios. É inegável que a gestão do prefeito Beto Preto fez com que Apucarana passasse a ter um grande volume de obras e muita seriedade no trabalho, fazendo com que Apucarana passasse na frente desses municípios”, avalia.

Entre as ações desenvolvidas pelo Município, Ratinho Junior destacou o trabalho na área educacional. “Estive junto com o prefeito na entrega de ovos de Páscoa, na Escola Municipal Braga Côrtes. A ação ilustrou bem como essa gestão trata o cidadão, dando ovos da melhor qualidade, da marca Lacta. Outro exemplo de respeito às pessoas é o fornecimento do uniforme escolar, que eleva a autoestima da criança, dá igualdade e ainda aumenta a segurança dos estudantes”, assinala.

O secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano disse que a autorização de licitação assinada em Apucarana faz parte de um programa criado para promover a modernização dos parques de máquinas dos municípios. “O maquinário é extremamente importante no dia a dia de uma prefeitura, tanto no atendimento das estradas rurais quanto na manutenção das vias urbanas. Quando o maquinário é muito antigo, há um custo de manutenção muito elevado e, com a renovação, também há um conforto maior para o motorista”, observa.

Atualmente – conforme Ratinho Junior – a SEDU está tocando mais de 2.400 obras no estado do Paraná. “Quando eu assumi a secretaria, o tempo de liberação do recurso era de 8 meses, desde o pedido do prefeito até a liberação do dinheiro. Nós conseguimos diminuir esse prazo para 35 dias, em média”, compara.

Ratinho Junior também ressaltou o programa de acessibilidade, considerado por ele como o maior do Brasil. “Quando entrei na secretaria, começamos a exigir galerias para escoamento da água das chuvas e também a implantação de calçadas. O prefeito fazia o asfalto para o carro e não fazia a calçada para o pedestre. Isso era inadmissível e nós mudamos essa política: não sai mais um metro de asfalto se não tiver calçada no lado”, frisa.