Apucarana

Lar Sagrada Família busca apoio para reforma em Apucarana

tn_d56540d741_lar (1)

A direção do Lar Sagrada Família, entidade apucaranense sem fins lucrativos que cuida atualmente de 12 crianças entre 0 e 12 anos, planeja para 2018 uma grande reforma estrutural. As obras são necessárias para melhorar as condições em que as crianças se encontram. Para isso, a instituição conta com o auxílio de voluntários e também de colaboradores para que os planos saiam do papel. Para conseguir arrecadar o montante necessário, a direção montou um projeto para incentivar as doações.

A primeira doação envolvendo a reforma foi realizada já no projeto, desenvolvido pela arquiteta Beatriz Martinelli sem custo algum à instituição. “O projeto foi desenvolvido pela Beatriz em conjunto com a direção do Lar. Ela conhece a nossa realidade e, através de conversas, ouviu nossas necessidades e criou um projeto adequado”, afirma Valmir Alves de Souza, coordenador do Lar.Já o custo da reforma está estimado entre R$ 150 mil e R$ 200 mil. Por conta do alto investimento, o projeto foi desmembrado, como alternativa para incrementar as doações. “O desmembramento do projeto foi realizado para que as pessoas possam escolher para onde elas se sentem mais confortáveis em doar. Elas podem escolher para onde vai a doação, o que também torna o processo mais transparente”, destaca Aída Assunção, diretora de Ação Social do Lar.

Segundo ela, o projeto contempla cozinha, biblioteca, quartos, banheiros, brinquedoteca, área de serviço e área de lazer. “Já conseguimos, através das doações, vários avanços. Reformamos o ginásio das crianças, adquirimos 10 guarda-roupas novos e vamos receber ainda outros 10. Cada criança, hoje, possui o seu próprio espaço para guardar os seus pertences. Conseguimos também vários equipamentos novos para a cozinha, além de aparelhos de ar-condicionado e televisores, entre outros avanços”.

Empossada em maio de 2017, a atual diretoria afirma ter avançado na solução dos problemas da instituição. “Graças à ajuda de muita gente, muitas portas se abriram. Hoje, estamos com todas as contas em dia. Mas não é fácil. Recebemos um auxílio de R$ 11 mil mensais da prefeitura. No entanto, os gastos ficam em torno de R$ 40 mil. Esta diferença entre os valores precisa ser superada unicamente através das doações, todos os meses”, ressalta Aída.Com capacidade para até 20 crianças, o Lar Sagrada Família tem investido também na qualificação das oito cuidadoras da instituição, que são auxiliadas ainda por uma psicóloga e por uma assistente social. Tudo é custeado por doações e também pela venda de roupas e outros itens no bazar beneficente da instituição. Interessados em doar podem entrar em contato com o Lar Sagrada Família pelo número (43) 3424 9623

Molicenter – Ofertas