Apucarana

Fariz Gebrim” será concluído neste ano

DEPUTADOEDSON-DENOBI02

As 520 casas do Residencial Fariz Gebrim, que atualmente está com 60% do seu cronograma de obras executado, tem previsão de entrega para o final deste ano. O anúncio foi feito hoje (26) pela diretoria da Construtora Cantareira, de Maringá, em reunião com o prefeito de Apucarana, Beto Preto.

No encontro também foram feitas tratativas sobre obras complementares, que são de responsabilidade do município, como contrapartida no projeto. Entre elas se incluem as calçadas e plantio de grama, instalação de iluminação pública e a construção da rotatória de acesso ao novo bairro.

Conforme assegurou o prefeito Beto Preto, as calçadas compostas de concreto e grama serão viabilizadas pela prefeitura dentro do prazo estabelecido. “A Copel já fez a extensão de rede elétrica, com postes e cabos, e agora o município se encarregará de instalar as luminárias”, anunciou o prefeito.

O secretário municipal de obras, engenheiro Herivelto Moreno, explicou aos executivos e equipe técnica da Cantareira, que o maior problema, por enquanto, é a implantação de uma rotatória de acesso ao Fariz Gebrim. “Dependemos da aprovação do projeto pela Concessionária da rodovia, a RodoNorte, para, posteriormente, executar a obra”, ponderou Moreno.

A rotatória está projetada para ser construída em frente do atual acesso aos armazéns do extinto Instituto Brasileiro do Café (IBC), e da indústria de tecidos Paranatex. O local também poderá ser utilizado no futuro, para o acesso do Núcleo Habitacional Adriano Correia.

O diretor-presidente da empreiteira Edmar Arruda disse que os problemas que geraram um atraso nas obras já foram superados e que, os serviços estão sendo executados de maneira contínua. “O Fariz Gebrim terá uma excelente estrutura de equipamentos, além de casas com laje e bom acabamento”, garantiu Arruda.

Da reunião também participaram os diretores da Construtora Cantareira, Mônica Nicolau (projetos), Ronei Turchini (técnico) e Leandro Arruda (administrativo), além dos vereadores Márcia Regina de Souza, Rodolfo Mota, Antônio Marques da Silva (Marcos da Vila Reis) e Francislei de Godói “Poim”.