Apucarana

Com um voto contrário, TJ-PR adia análise de recurso sobre número de vereadores em Apucarana

tn_5ecec88a5e_camara44444

A 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) suspendeu na tarde desta terça-feira (21), em Curitiba, o julgamento do recurso apresentado pela Câmara de Vereadores de Apucarana contra decisão de primeira instância que manteve em 11 o número de cadeiras no Legislativo.

O adiamento ocorreu após pedido de vistas ao processo feito pelo desembargador Carlos Mansur Arida. O relator do caso, desembargador Nilson Mizuta, já havia votado contra o recurso do Legislativo, decidindo pela manutenção de 11 cadeiras na Câmara de Apucarana.

O advogado Petrônio Cardoso, procurador jurídico da Câmara, está em Curitiba acompanhando a votação. Com o pedido de vistas, segundo Petrônio, não há nova data para análise do processo.

Apesar do voto contrário, ele afirma que o recurso ainda pode ser acatado. São três desembargadores responsáveis por analisar o recurso da Câmara no TJ-PR.