Ocorrência Policial

Acusado de matar mulher asfixiada é absolvido em Apucarana

Compartilhe no WhatsApp

Mais uma seção do Tribunal do Júri ( a última deste ano) foi realizada nesta quarta-feira (30) no plenário do Fórum desembargador Clotário de Macedo Portugal, na Comarca de Apucarana.

Edevaldo Bianchi foi absolvido da acusação de matar a companheira asfixiada na madrugada de 28 de outubro de 2015. Claudirene da Silva Costa morreu em residência situada na Rua Maria de Machado Miranda, no Jardim Santos Dumont, na zona leste da cidade. A própria promotoria pública entendeu que não existiam provas suficientes de que Edevaldo teria matado Claudirene.

O júri foi presido pelo juiz Osvaldo Soares Neto. Na acusação trabalhou o promotor de Justiça Eduardo Augusto Cabrini e na defesa atuou o advogado Sandro Bernardes. A segurança no fórum esteve a cargo do sargento Heleno Antônio da Silva

Molicenter Sup Ofertas 21-22 e 23/09

Molipark

Solução Informática e Tecnologia